UOL Notícias Notícias
 

03/06/2006 - 14h33

Funcionário da embaixada russa assassinado, quatro seqüestrados em Bagdá

BAGDÁ, 3 jun (AFP) - Um funcionário da embaixada da Rússia em Bagdá foi assassinado e outros quatro seqüestrados neste sábado.

"Duas viaturas forçaram o carro que levava os russos, forçando-o a parar. Um grupo abriu fogo logo em seguida, no bairro de de Mansour, oeste de Bagdá, perto da embaixada", anunciou uma fonte do ministério iraquiano do Interior.

O governo russo já entrou em contacto com o presidente do Iraque Jalal Talabani, com os partidos políticos e forças da coalizão, para tentar encontrar as pessoas capturadas, anunciou Moscou.

"Quatro pessoas foram levadas. Os guardas diante da embaixada e alguns civis recolheram um russo gravemente ferido e o levaram ao prédio, mas ele morreu antes de receber socorro", anunciou uma fonte.

A informação foi confirmada pelo ministério das Relações Exteriores de Moscou que, no entanto, não precisou se se tratavam de diplomatas ou funcionários da representação diplomática russa.

Já um porta-voz do ministério falou, a uma rede de televisão nacional, de quatro "diplomatas" seqüestrados e de um outro morto.

Desde o verão de 2005, a guerrilha vem tomando como alvo vários diplomatas em Bagdá, a fim de tentar isolar o governo iraquiano no plano internacional. Um diplomata egípcio e dois diplomatas argelinos também foram mortos em julho de 2005.


GRUPOS DE DISCUSSÃO

O que o Iraque deve fazer para evitar ataques extremistas?

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h00

    0,10
    3,176
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h01

    -0,37
    64.619,19
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host