UOL Notícias Notícias
 

07/06/2006 - 13h55

Hamas e Jihad contrários ao referendo palestino

GAZA, 7 jun (AFP) - O movimento islamita Hamas e a Jihad Islâmica afirmaram nesta quarta-feira que são contrários à realização de um referendo para sair da crise em que se encontra e que leva um reconhecimento implícito do Estado de Israel.

"Rejeitamos o referendo. Seu objetivo é o de nos impor concessões e o reconhecimento de Israel. É um plano para destruir o governo", afirmou o porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri, em uma coletiva conjunta com Jaled Al Batch, um dos dirigentes do grupo armado radical da Jihad Islâmica.

No comunicado conjunto, assinado também pela Frente Popular de Libertação da Palestina-Comando Geral (FPL-CG), os líderes insistiram igualmente na "necessidade de continuar com o diálogo".

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, anunciou na quarta-feira que estabelecerá em alguns dias a data de um referendo sobre o acordo nacional que o Hamas se nega a adotar.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host