UOL Notícias Notícias
 

19/09/2006 - 23h49

Militares tailandeses prendem colaboradores do premier Thaksin

BANGCOC, 20 set (AFP) - Os militares que lideraram o golpe de Estado na Tailândia determinaram a prisão de vários colaboradores do primeiro-ministro tailandês, Thaksin Shinawatra, informaram oficiais do Exército à AFP nesta quarta-feira.

Entre os detidos está o vice-premier tailandês, Chidchai Vanasathidya, que também ocupava o cargo de ministro da Justiça, encarregado da segurança nacional.

Segundo os oficiais, o vice-premier, considerado o homem de confiança de Thaksin Shinawatra, foi levado para o Quartel-General do Exército na terça-feira.

Os militares também prenderam Somchai Wongsawat, cunhado de Thaksin e secretário do ministério da Justiça, informaram os oficiais.

No momento do golpe militar, Thaksin estava em Nova York, para participar da Assembléia Geral das Nações Unidas.

Potjaman, esposa do primeiro-ministro, deixou Bangcoc na noite de terça-feira em direção a Cingapura.

Os Thaksin têm uma residência privada em Londres, onde estuda uma de suas filhas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host