UOL Notícias Notícias
 

02/10/2006 - 23h58

Evo Morales diz que Bolívia deixará de ser um "Estado mendigo"

LA PAZ, 2 out (AFP) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, destacou nesta segunda-feira a situação de estabilidade e crescimento da economia boliviana e antecipou "que este ano deixaremos de ser um Estado mendigo para nos transformar e uma Nação com dignidade e soberania".

O líder de esquerda rebateu as críticas da direita e de setores empresariais, que afirmam que a economia boliviana se desenvolve "por inércia" e guiada por "piloto automático".

"Digo que a Bolívia deve deixar de ser um Estado mendigo (dependente da cooperação internacional), onde os ministros da área econômica viajavam ao Fundo Monetário Internacional, ao Banco Mundial, com o chapéu na mão para pedir esmola e cobrir o déficit fiscal".

"Disse a vocês (durante a campanha) que em dois anos deixaríamos de ser um Estado mendigo e parece que este ano vamos deixar de ser um Estado mendigo para ser uma Nação que vive com dignidade e soberania", destacou Morales em uma cerimônia na Casa de Governo, em La Paz.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host