UOL Notícias Notícias
 

24/10/2006 - 06h23

Funcionário russo é detido sob acusação de espionar para a Lituânia

MOSCOU, 24 Out (AFP) - Os serviços especiais russos anunciaram nesta terça-feira a detenção em Kaliningrado, encrave russo situado na Europa, de um funcionário russo acusado de colaborar com os serviços secretos lituanos.

"A FSB (ex-KGB) deteve em flagrante delito em Kaliningrado um cidadão russo, diretor-adjunto do serviço de aplicação de penas do distrito de Krasnoznamenskiï (...), o coronel Vassily Khitriuk, colaborando com os serviços especiais lituanos", disse à AFP o serviço de imprensa da FSB.

O suspeito foi detido em posse de informações de "tipo militar" que têm caráter de "secredo de Estado", acrescentou a FSB.

O funcionário obteve informações de ex-colegas e seus conhecidos no exército e na polícia russa, segundo a FSB.

"A operação tornou possível impedir que informações secretas sobre a preparação para combate e a mobilização da Frota do Báltico e das tropas (russas) com base na região de Kaliningrado deixassem o país", disse a FSB, que alega ter "provas irrefutáveis".

No início de outubro do ano passado, as autoridades lituanas expulsaram o primeiro secretário da embaixada russa em Vilna por "atividades ilegais de espionagem".

Em 2004, a Lituânia, ex-república soviética que pertence agora à União Européia, expulsou seis diplomatas russos por espionagem.

Em represália, a Rússia expulsou quatro diplomatas lituanos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host