UOL Notícias Notícias
 

26/10/2006 - 08h06

Governo francês determinado a acabar com desordem nos subúrbios

PARIS, 26 Out (AFP) - O primeiro-ministro francês, Dominique de Villepin, ressaltou nesta quinta-feira à imprensa que seu governo não tolerará a desordem nos bairros periféricos de Paris, onde foram registrado numerosos incidentes violentos nos últimos dias.

"Não toleraremos em nosso país uma região onde não impere o estado de direito (...) Desejamos que as mesmas regras e oportunidades estejam presentes em todo nosso territorio", assegurou.

Dois ônibus foram atacados e incendiados por pessoas encapuzadas, algumas delas armadas, na noite desta quarta para quinta-feira nas redondezas de Paris, coincidindo com o primeiro aniversário de uma violenta revolta nos bairros periféricos da capital francesa.

"Se há um fator em que o governo atuará com determinação é a política para estes bairros", acrescentou o chefe de governo.

Além disso, Villepin prometeu "ações exemplares e imediatas" para os autores dos últimos incidentes violentos ocorridos nos bairros periféricos, onde o desemprego e a exclusão social alcançam níveis alarmantes.

Villepin anunciou que os 100 milhões de euros adicionais concedidos em 2006 a associações que trabalham neste subúrbios serão mantidos no orçamento de 2007.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host