UOL Notícias Notícias
 

09/11/2006 - 07h41

Tailândia estuda pôr fim à lei marcial em 10 dias, segundo o ministro

BANGCOC, 9 Nov (AFP) - A lei marcial na Tailândia pode terminar antes que o primeiro-ministro Surayud Chulanont, designado pela junta militar no poder, viagem ao Vietnã em 18 de novembro para participar de uma cúpula internacional, disse nesta quinta-feira o ministro de Defesa.

O fim da lei marcial deve permitir aos aliados de Bangcoc sentir-se "mais cômodos", acrescentou o ministro tailandês Boonrawd Somtas, em clara alusão dos Estados Unidos.

O general Surayud deve participar ao lado do presidente dos EUA, George W. Bush, da cúpula do Fórum Econômico Ásia-Pacífico (APEC), que acontecerá em 18 e 19 de novembro em Hanói.

O primeiro-ministro tailandês foi designado pela junta militar que derrubou em 19 de setembro o governo de Thaksin Shinawatra.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host