UOL Notícias Notícias
 

22/11/2006 - 18h39

Comandante dos Marines considera necessário aumentar efetivos

WASHINGTON, 22 nov (AFP) - O corpo dos Marines dos Estados Unidos precisa crescer para poder enfrentar as necessidades atuais da "guerra contra o terrorismo", disse nesta quarta-feira o novo comandante deste corpo de elite do exército americano, o general James Conway.

A única maneira de permitir um programa de rotação mais equilibrado seria "aumentar os efetivos para o que chamamos de 'longa guerra'", declarou Conway a jornalistas. O corpo dos Marines conta atualmente com 180.000 homens.

"Não há muitas outras opções. Examinamos os meios possíveis de disponibilizar outras forças operacionais, mas é complicado", sustentou.

"Penso que um corpo de Marines de 175.000 a 180.000 homens é suficiente quando não estamos em guerra, mas quando há maior envolvimento das tropas, e que os soldados são submetidos a um estresse maior, este número tem que aumentar", argumentou o general.

Para Conway, um aumento temporário das tropas americanas no Iraque - uma opção que está sendo estudada - pode não ser viável atualmente e teria provavlemente um efeito inverso sobre a capacidade do exército de recrutar no longo prazo.

Há atualmente 22.000 marines no contingente militar americano no Iraque, formado no total por cerca de 144.000 soldados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host