UOL Notícias Notícias
 

23/11/2006 - 14h07

Os ataques mais violentos no Iraque desde 2003

BAGDÁ, Iraque, 23 nov (AFP) - Seguem os ataques mais mortíferos no Iraque desde 1º de maio de 2003, data oficial do fim das hostilidades:

--- 2003 --- - 19 agosto: um atentado suicida com caminhão-bomba contra a sede da ONU em Bagdá causa 22 mortos, entre eles o representante da organização, o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, e cem feridos.

- 29 agosto: um atentado com carro-bomba em frente à mesquita do Imã Ali na cidade santa xiita de Najaf deixa um saldo de 83 mortos, entre eles a autoridade religiosa Mohammad Baqer Hakim, chefe do conselho supremo da revolução islâmica no Iraque e 125 feridos.

- 27 out: Cinco atentados suicidas contra quatro postos de polícia e a sede do Comitê internacional da Cruz Vermelha (CICV) fizeram 43 mortos e mais de 200 feridos.

- 12 nov: Primeiro atentado contra o contingente italiano, na base de Nassiriyah (sul): 28 mortos, entre eles 19 italianos. O ataque, assumido pela Al-Qaeda, foi o mais sangrento contra as forças da coalizão desde a queda do regime de Saddam Hussein em abril.

--- 2004 --- - 18 jan: um atentado suicida com carro-bomba em frente ao quartel-general americano em Bagdá deixou 24 mortos e mais de cem feridos.

- 1 fev: pelo menos 105 pessoas morreram num duplo atentado suicida em Erbil, ao norte do Iraque, sede dos principais partidos curdos, o PDK e o UPK.

- 10 fev: um atentado suicida diante de uma delegacia de polícia de Iskandariya (sul de Bagdá) fez 55 mortos e 67 feridos.

- 11 fev: 47 iraquianos foram mortos em Bagdá num atentado suicida diante de um centro de recrutamento do novo exército iraquiano.

- 14 fev: Pelo menos 23 policiais iraquianos são mortos num ataque duplo espetacular contra postos da segurança iraquiana em Fallujah, perto de Bagdá. Quatro atacantes foram mortos.

- 2 de mar: Entre 170 e 180 pessoas morreram e 550 ficaram feridas em atentados quase simultâneos na cidade xiita de Kerbala e em uma mesquita xiita de Bagdá, quando milhares de membros dessa comunidade observavam o luto do dia sagrado da Ashura. Foi o atentado mais sangrento desde a queda do regime.

- 21 de abr: 74 pessoas morrem e mais de 160 ficam feridas em cinco atentados com carro-bomba contra postos da polícia de Basra e uma academia de polícia em Zubeir, sul do Iraque.

- 17 de jun: 35 mortos e 138 feridos em um atentado suicida com carro-bomba diante de um centro de recrutamento do exército iraquiano em Bagdá.

- 24 de jun: Uma série de atentados coordenados contra a polícia, seguida de violências generalizadas, deixam mais de cem mortos e 300 feridos nos redutos sunitas ao norte e a oeste de Bagdá, Mossul, Baaquba e Ramadi.

- 26 de jun: Pelo menos 23 civis, entre os quais muitas crianças, morrem num atentado com carro-bomba em Hilla, sul de Bagdá.

- 28 de jul: 70 mortos e 56 feridos num atentado suicida em Baaquba (norte).

- 14 de set: 49 mortos e 131 feridos em atentado com carro-bomba contra quartel-general.

- 30 de set: 42 pessoas, entre elas 37 crianças, mortas e 200 feridos na explosão de dois carros-bombas no sudoeste de Bagdá.

- 23 de out: 49 militares do exército iraquiano e três motoristas civis mortos numa emboscada ao norte de Bagdá.

- 6 de nov: 36 pessoas, entre elas 26 policiais, morrem em vários atentados em Samarra (ao norte de Bagdá).

- 7 de nov: Vários homens armados matam a sangue-frio 21 policiais na província de Al Anbar (oeste de Bagdá).

- 3 de dez: 26 pessoas, entre elas, 12 policiais, morrem em três ataques em Bagdá contra duas delegacias e um estabelecimento de culto xiita.

- 19 de dez: Dois atentados nas cidades santas xiitas de Najaf e Kerbala (centro) deixam pelo menos 62 mortos e quase 150 feridos.

--2005--

- 28 de fev: Atentado suicida assumido pelo grupo de Al-Zarqaui mata 118 pessoas e 147 feridos em frente à sede administrativa de Hilla. O atentado mais mortífero no Iraque desde a queda de Saddam Hussein.

- 10 de março: 51 iraquianos mortos e 77 feridos em Mossul num atentado cometido por um camicase durante o funeral de um chefe xiita.

- 1º mai: 25 mortos num atentado suicida em Tall Afar (norte), durante o funeral de um responsável do PDK.

- 4 mai: 46 pessoas mortas e 71 feridas num atentado contra curdos em Erbil contra recrutas da polícia. Ansar al-Sunna assume a responsabilidade do atentado.

- 11 mai: Pelo menos 84 mortos em uma série de atentados reivindicados por Ansar al-Sunna.

- 23 mai: 35 mortos num duplo atentado suicida em Tall Afar.

- 30 mai: 27 pessoas morrem e 118 ficam feridas após um duplo atentado suicida em Hilla, reivindicado por Al-Zarqawi.

- 10 jul: Pelo menos 34 mortos num série de atentados suicidas em todo o país, principalmente contra as forças de ordem.

- 13 jul: 32 pessoas, a maioria delas crianças, mortas na explosão de um carro-bomba de um camicase, perto de um tanque de militares americanos que distribuíam chocolates a crianças em Bagdá.

- 16 jul: Pelo menos 75 mortos, entre eles três soldados britânicos.

- 29 jul: 48 recrutas do exército iraquiano morrem em um atentado em Rabiaa, perto da fronteira síria.

- 17 ago: três atentados no centro de Bagdá causam a morte de 43 civis.

- 14 set: 128 mortes em um série de atentados contra a comunidade xiita em Bagdá, reivindicado por Zarqawi.

- 29 set: um triplo atentado, reivindicado por Zarqawi, deixa 99 mortos e 124 feridos em Balad, cidade xiita ao norte de Bagdá.

- 18 nov: 78 pessoas morrem e 90 ficam feridas em atentados suicidas cometidos contra duas mesquitas xiitas na hora da oração, em Janeqin (nordeste).

- 6 dez: 40 policiais morrem e 70 ficam feridos em duplo atentado suicida cometido por duas mulheres na academia de polícia de Bagdá. A Al-Qaeda reivindica a autoria.

-- 2006 --

- 4 jan: 37 pessoas morrem em um atentado suicida cometido enquanto se celebrava um funeral xiita em Moqdadiyah (norte de Bagdá).

- 5 jan: 111 mortos e 105 feridos em atentados na cidade xiita de Kerbala (centro), perto do mausoléu do imã Hussein, e num centro de recrutamento da polícia da sunita Ramadi (oeste de Bagdá). - 12 de março: 46 mortos e 204 feridos num sêxtuplo atentado com carro-bomba no bairro xiita de Sadr City, Bagdá.

- 27 de março: 40 mortos em atentado suicida na região de Mossul (norte).

- 7 de abril: 79 mortos e 164 feridos num triplo atentado suicida contra mesquita xiita no norte de Bagdá.

- 1 de julho: 60 mortos e centenas de feridos num atentado com carro-bomba contra um mercado do bairro xiita de Sadr City, em Bagdá.

- 16 de outubro: pelo menos 50 mortos em três atentados com carro-bomba, dois em Bagdá e um em Sauira, e vários ataques no norte do país.

- 23 de novembro: pelo menos 143 mortos e 225 feridos em uma série de atentados no bairro xiita de Sadr City, em Bagdá, na ação terrorista mais violenta cometida no Iraque desde 2004.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host