UOL Notícias Notícias
 

29/11/2006 - 17h19

Brasil faz negócios na cúpula África-América do Sul

ABUJA, 29 nov (AFP) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou esta quarta-feira, véspera da primeira cúpula África-América do Sul, para avançar na concretização de projetos de cooperação econômica com vários países africanos.

Lula chegou à capital nigeriana pela manhã, e se encontrou em seguida com seus colegas de Argélia, Gana, Togo e Moçambique. Ele se reunirá amanhã (quinta-feira) com o presidente da Líbia, Muammar Kadhafi.

"Nosso interesse pela África vai muito além do aspecto comercial, embora este não possa ser esquecido", afirmou o chanceler brasileiro, Celso Amorim, em entrevista coletiva.

Segundo ele, vários países africanos já mostraram interesse pelo hiodiesel brasileiro durante estas reuniões bilaterais

"Um tema recorrente em todas as conversas foi o biodiesel", disse o ministro, acrescentando que "há um grande interesse dos países africanos, dos produtores de petróleo, mas sobretudo dos que não o produzem".

O presidente argelino, Abdelaziz Buteflicka, expressou o desejo que o Brasil "participe da diversificação da produção" de seu país, muito centralizada no petróleo.

Lula também evocou com Buteflicka uma eventual venda de aviões e ônibus. O Brasil está interessado na Argélia, "um país com muitos recursos", segundo as palavras de Amorim.

Com o colega de Gana, John Kufuor, Lula chegou a um acordo sobre a instalação na capital deste país, em dezembro, de uma delegação da estatal Empresa Brasileira de Investigação Agropecuária (Embrapa), informou Amorim.

O Brasil também se comprometeu a estudar uma eventual cooperação energética com este país através da construção de uma usina hidroelétrica.

Também foi mencionada a idéia de estabelecer uma ponte aérea entre Brasil e Gana, além dos já previstos entre Brasil e Cabo Verde, Brasil e Nigéria e Brasil e Senegal.

Em troca, Amorim destacou que Gana resolveu apoiar o Brasil em sua aspiração a uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU.

Lula convidou o presidente de Moçambique, Armando Emilio Guebuza, a visitar o Brasil no início de 2007.

Amorim ressaltou que 5% do total das exportações do Brasil são destinadas à África.

Citou como exemplo, as exportações brasileiras para a Nigéria, que representavam cerca de 300 milhões de dólares há alguns anos, alcançam hoje 1,5 bilhão de dólares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host