UOL Notícias Notícias
 

29/01/2007 - 15h58

Gripe das aves volta à Europa, com um caso de H5N1 na Hungria

Por Mariano Andrade=(FOTO)= BRUXELAS, 29 jan (AFP) - Depois de quase meio ano, a gripe aviária está de volta à Europa, depois que a Comissão Européia confirmou nesta segunda-feira a descoberta de um caso do temível vírus H5N1 numa granja de gansos no sudeste da Hungria, despertando o alerta em toda a União Européia.

"O laboratório de referência da União Européia em Weybridge (Grã-Bretanha) confirmou" a presença do H5N1, afirmou Philip Tod, porta-voz do comissário europeu de Saúde, Markos Kyprianou, ao se referir aos estudos realizados com base nas amostras de um animal encontrado morto.

Já os exames praticados pelo laboratório nacional húngaro haviam destacado a existência de um vírus H5 "altamente patogênico" da gripe aviária no criadouro de mais de 3.000 gansos na região de Csongrad.

Um segundo caso suspeito de H5N1, numa granja a 8 km de distância do primeiro foco, foi anunciado pelas autoridades húngaras, que enviaram amostras ao laboratório de Weybridge para análises mais detalhadas.

Este foco de H5N1 em Csongrad é a primeira descoberta em território europeu desde agosto de 2006 e acontece em meio a um ressurgimento da doença na Ásia e na África, onde nos últimos dias foram registrados casos mortais para o ser humano na Indonésia e no Egito.

Também foram registrados focos da gripe aviária em Coréia do Sul, China, Vietnã, Japão e Hong Kong.

Foi precisamente na antiga colônia britânica que surgiram os primeiros casos mundiais de mortes humanas por causa da doença em 1997.

Desde dezembro de 2003, o vírus H5N1 causou mais de 160 mortes no mundo. No momento, a transmissão da doença se limita ao contato entre aves doentes e seres humanos. O contágio entre seres humanos, que poderia ser sinônimo de uma pandemia, ainda não ocorreu.

O atual ressurgimento já havia sido antecipado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e está vinculado à chegada do inverno no hemisfério norte.

"As razões destes novos focos são claras: entramos nos meses mais frios do hemisfério norte. O vírus da gripe está vinculado ao frio e se propaga facilmente nesta época do ano", havia indicado no dia 12 de janeiro um porta-voz da escritório regional da OMS no Pacífico Ocidental, Peter Cordingley.

Quanto à situação na Hungria, as autoridades locais aplicam todas as medidas de precaução desde a quarta-feira passada, quando se anunciou que se tratava de um caso de H5 altamente patogênico, mesmo antes da confirmação da presença da forma N1, potencialmente mortal para o ser humano.

Nesse contexto, os 3.000 gansos da granja em questão foram sacrificados para impedir a propagação do vírus e foi estabelecida uma área de proteção num raio de 3 km em torno da granja afetada e uma zona de vigilância num raio de 10 km.

Na área de proteção, as aves de criadouro permanencem presas e todos os deslocamentos estão proibidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h59

    -0,13
    3,132
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h05

    -0,61
    75.524,09
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host