UOL Notícias Notícias
 

30/01/2007 - 06h58

Aquecimento global pode destruir a Grande Barreira de Corais

SYDNEY, 30 jan (AFP) - O aquecimento global pode destruir nas próximas décadas a Grande Barreira de Corais, o maior organismo vivo do mundo, informa um estudo do Grupo Intergovernamental de Especialistas sobre a Mudança Climática (IPCC, na sigla em inglês), segundo trechos publicados pela imprensa.

O branqueamento do coral, que afeta a Grande Barreira em algumas áreas, se repetirá todos os anos a partir de 2030, afirma o estudo, que teve partes divulgadas pelo jornal australiano The Age.

As conclusões devem figurar no capítulo consagrado a Austrália em um estudo a ser divulgado em abril pelo IPCC, depois de seu quarto informe, que será publicado na próxima sexta-feira em Paris.

O processo de branquemento coralino se produz quando os organismos vivos que dão as cores aos corais morrem - por um aumento da temperatura ou por efeito das chuvas ácidas - e só o que resiste é o esqueleto calcáreo do coral.

A Grande Barreira, patrimônio da humanidade, tem uma superfície de 345.000 km2 e fica na altura da costa nordeste da Austrália.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host