UOL Notícias Notícias
 

07/02/2007 - 01h34

Casos de câncer na Europa tiveram aumento de 10% em dois anos

PARIS, 6 fev (AFP) - Os casos diagnosticados de câncer na Europa tiveram um aumento de 10% nos últimos dois anos, um aumento que é atribuído ao envelhecimento da população, aos efeitos do cigarro e à maior precisão dos exames de mama, informaram fontes médicas nesta quarta-feira.

Em 2006, ocorreram 3,2 milhões de novos casos de câncer em 39 países europeus, contra 2,9 milhões em 2004, disseram as fontes.

Pela primeira vez, o câncer de mama ultrapassou o câncer de pulmão como o tipo mais diagnosticado, com 429.000 novos casos em 2006 ou quase um em sete do total de casos de câncer.

Este tipo de tumor é seguido do câncer colo-retal, com 412.900 casos, e do câncer de pulmão, com 386.300 casos.

O câncer de pulmão, no entanto, continua sendo o mais mortífero, tendo sido responsável por 334.800 do 1,7 milhão de mortes causadas por câncer na Europa em 2006.

Depois deste tipo, os mais mortais são o colo-retal (207.400 mortes), o de mama (131.900) e o de estômago (118.200).

O relatório foi feito pela Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer, sediada em Lyon, sudeste da França.

"A grande maioria dos cânceres de pulmão é causada pela fumaça do cigarro", disse o diretor da agência, Peter Boyle.

"O controle sobre o tabaco é claramente a prioridade número um na Europa. O alvo das campanhas não são apenas os homens, particularmente a população masculina da Europa Central e do Leste, mas também as mulheres, especialmente no Norte da Europa", acrescentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,32
    3,139
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h51

    -0,60
    75.546,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host