UOL Notícias Notícias
 

13/02/2007 - 16h30

Vírus da gripe aviária detectado na Inglaterra é 99% idêntico ao húngaro

LONDRES, 13 fev (AFP) - O vírus H5N1 da gripe das aves, que contaminou aves de criação na região de Holton, na Inglaterra, é "fundamentalmente idêntico" àquele detectado na Hungria, afirmaram nesta terça-feira autoridades veterinárias britânicas.

A cepa altamente patogênica do vírus descoberto em Holton (Suffolk, leste da Inglaterra) é 99,96% idêntico ao percebido em 23 de janeiro numa criação de gansos, perto de Szentes (sul da Hungria), informou o chefe-adjunto dos serviços veterinários, Fred Landeg.

Na opinião dele, no entanto, nenhuma prova de "movimentações ilegais ou perigosas de produtos aviários da Hungria para o Reino Unido" foi encontrada até agora. Mas ressaltou que as investigações continuam e que nenhuma hipótese está descartada.

As autoridades britânicas estudam a possibilidade de que a granja de Holton, de propriedade da empresa agroalimentar Bernard Matthews, tenha sido contaminada por carregamentos de carne procedentes da Hungria, país onde a empresa britânica possui uma filial.

"Trabalhamos sempre com a hipótese principal de uma transmissão de ave para ave, o código genético é o mesmo do caso húngaro", havia dito na noite de segunda-feira o ministro britânico do Meio Ambiente, David Miliband, ressaltando que se ignorava até o momento como exatamente o vírus se propagou da Hungria para Suffolk, cerca de 2.000 quilômetros de lá.

Desde 3 de fevereiro, uma região de proteção com raio de 3 km e uma área de vigilância com raio de 10 km foram implantadas em torno da granja de Holton, onde 159.000 perus foram sacrificados depois da descoberta do vírus.

Na manhã desta terça-feira, o abatedouro situado na granja de Holton reabriu, após ser desinfectado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h50

    -0,84
    3,154
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h51

    0,37
    70.273,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host