UOL Notícias Notícias
 

26/02/2007 - 19h42

Autores de documentário dizem ter achado túmulo de Jesus e sua família

NOVA YORK, 26 Fev 2007 (AFP) - Os realizadores de um documentário produzido pelo diretor de "Titanic", James Cameron, disseram nesta segunda-feira ter encontrado a tumba de Jesus ao lado da de Maria Madalena, com quem teria tido um filho.

Segundo "A tumba perdida de Jesus", documentário dirigido pelo israelense Simcha Jacobovici, as sepulturas da família de Jesus foram descobertas em 1980 em Talpiot, um bairro de Jerusalém.

Os túmulos têm inscrições com os nomes de seus ocupantes em aramaico e hebreu: Yeshua bar Yosef ("Jesus, filho de José"), Maria, Matia (Mateus), Yose (José, um irmão de Jesus, e não o pai), Yehuda bar Yeshua ("Judas, fiho de Jesus") e "Mariamene e Mara" ("Maria, a do mestre").

As inscrições e uma combinação de análise genética e cálculo de probabilidades permitiu aos autores concluírem que o lugar abrigou os restos de Jesus, Maria Madalena, um filho de ambos chamado Judas, Maria, a mãe do profeta, e um Mateus, que estaria relacionado com a família.

Em entrevista coletiva feita na sede central da biblioteca pública de Nova York, os autores e produtores do documentário, rodeados de um grupo de especialistas, mostraram os ossários de "Jesus, filho de José" e "Mariamene e Mara", ou "Maria, a do mestre", em referência a Madalena.

Ambos não têm mais de um metro de comprimento e uns 50 cm de altura e largura. A que supostamente pertence a Jesus é mais simples que a de Maria Madalena, que apresenta um par de ornamentos.

Cameron disse que o achado põe fim à ausência de provas físicas da existência de Jesus com "evidências tangíveis, físicas e inclusive forenses, em alguns casos".

As evidências podem ser interpretadas como argumentos contra alguns dos pilares do cristianismo, como a ressurreição de Cristo e seu celibato.

"Dirão que desejamos minar o cristianismo. Nada mais longe da verdade, esta investigação saúda a existência real dessas pessoas".

Acusado de ter se metido em um terreno controverso demais para um cineasta, Cameron se pronunciou a favor de encontrar a verdade. "Como autor de documentários, não devo temer a buscar pela verdade", declarou.

O documentário será transmitido no dia 4 de março pela rede Discovery Channel, e a mais espetacular de suas conclusões é de que o DNA encontrado no sarcófago de "Maria, a do mestre" não coincide com o de Jesus, o que descarta relação sangüínea e potencializa a idéia de uma relação matrimonial.

O documentário afirma que, apesar de se tratar de nomes recorrentes na época, a possibilidade estatística de mais de uma família com todos estes nomes é remota.

A possibilidade é de 600 contra 1, segundo Andrey Feuerverger, professor de matemática na Universidade de Toronto que assistiu à coletiva.

A teoria do documentário tem sido recebida com ceticismo e também com desprezo assumido.

O arqueólogo israelense Amos Kloner, que documentou a tumba como a de uma família judia próspera, crê que não há provas que respaldem as afirmações de que ali foi enterrado Jesus.

"Esta é uma sepultura judia para enterros. Quanto aos nomes que aparecem nela, se trata de uma coincidência. Não temos uma prova científica de que seja a tumba de Jesus e dos membros de sua familia", afirmou Kloner ao jornal Yediot Aharonot.

O arqueólogo disse que das 900 covas utilizadas para enterros encontradas em um raio de 4 km da cidade velha de Jerusalém, datadas do Período do Segundo Templo, o nome Jesus ou Yeshu aparece 71 vezes.

A Autoridade de Antigüidades de Israel, que tem a custódia dos sarcófagos e restos achados no jazigo, recusou-se a fazer comentários, ainda que em 1996 um de seus porta-vozes tenha dito que a probabilidade de pertencer a Jesus e sua família era "quase certa".

As Igrejas cristãs ortodoxa e católica afirmam que a tumba de Jesus se encontra embaixo da Igreja do Santo Sepulcro, na antiga Jerusalém, enquanto que os protestantes dizem que está mais ao norte, fora das muralhas da cidade velha.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host