UOL Notícias Notícias
 

01/03/2007 - 06h56

Próximo objetivo dos robôs japoneses será não repetir erros

=(FOTOS)= TÓQUIO, 1º mar (AFP) - Os novos robôs humanóides japoneses sabem servir chá aos seres humanos e lavar as xícaras, mas segundo os cientistas nipônicos, agora o mais difícil será ensinar aos mesmos como tirar conclusões dos erros para que não voltem a derrubar uma bandeja, por exemplo.

Uma unidade de pesquisas da Universidade de Tóquio acaba de apresentar uma nova versão do robô de assistência a domicílio, o HRP-2W, capaz de adaptar-se aos gestos do dono para criar um ambiente mais satisfatório, mas não de melhorar o próprio comportamento.

Durante uma experiência diante de jornalistas, o professor Tomomasa Sato pediu de forma improvisada a um HRP-2W que servisse chá no sofá.

Sato queria demonstrar que os robôs são capazes de entender por si só os gestos e as palavras dos seres humanos e adaptar seu comportamento.

"Nesta demostração não existe roteiro predefinido de movimentos", disse enquanto saboreava o chá.

A próxima etapa consistirá em ensinar os robôs a enfrentar os imprevistos, como quebrar uma xícara, reconheceu o diretor da equipe de pesquisas sobre as técnicas humanóides, Masayuki Inaba.

"Terão que memorizar as informações fornecidas pelas diferentes situações vividas, para antecipar e aprender a discernir, relacionando efeitos e causas", declarou.

Cientistas japoneses trabalham no desenvolvimento de robôs de assistência doméstica por considerar que a mão-de-obra humana pode ser escassa em alguns anos para responder às necessidades crescentes de ajuda aos idosos e crianças.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host