UOL Notícias Notícias
 

08/03/2007 - 19h52

Contaminação contribui para desertificação de regiões semi-áridas

WASHINGTON, 8 mar (AFP) - A contaminação reduz as chuvas nas montanhas das regiões semi-áridas gerando um problema de escassez de água no Oriente Médio e em outras regiões do mundo, segundo investigadores israelenses e chineses que publicaram seu estudo nesta quinta-feira nos Estados Unidos.

Para esses especialistas, a falta de água resultante da diminuição das chuvas é a causa da desertificação em algumas regiões e não a alta das temperaturas causadas pelo aquecimento global.

As precipitações médias no monte Hua, de 2.000 metros, situado no centro da China, diminuíram 20% nos últimos 50 anos, período durante o qual os níveis de contaminação atmosférica de origem humana aumentaram fortemente, segundo o professor Daniel Rosenfeld, da Universidade de Jerusalém, principal autor do estudo publicado pela revista Science de 9 de março.

A chuva diminuiu pela metade durante o dia, quando os aerossóis - partículas de carbono e outras substâncias contaminantes que flutuam na atmosfera - são mais densos, precisou. Este fenômeno se intensifica nas montanhas próximas a zonas muito povoadas, apesar de não serem afetadas pela contaminação.

O problema representa uma ameaça nas zonas em que as precipitações em regiões altas são uma parte importante do fornecimento de água, como o Oriente Médio, o sudoeste dos Estados Unidos e o centro e norte da China.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host