UOL Notícias Notícias
 

12/03/2007 - 16h37

Cientistas descobrem sítio arqueológico mais bem conservado de Havana

HAVANA, 12 mar (AFP) - Especialistas do Gabinete de Arqueologia do Departamento do Historiador de Havana descobriram o sítio arqueológico do século XVI mais bem conservado já encontrado na capital cubana, informou seu diretor, Roger Arrazcaeta.

"O local (um antigo depósito de lixo) ficou intacto até hoje, resultando ser a mais conservada e abundante descoberta do século XVI (de 1550 a 1600) em Havana", disse Arrazcaeta, citado nesta segunda-feira pela Agência de Informação Nacional (AIN).

No local, situado em pleno centro histórico de Havana, declarado Patrimônio da Humanidade da Unesco em 1982, os cientistas encontraram vasilhas, jarras e outras peças, algumas das quais pertenceram aos moradores de mais recursos nos anos próximos à fundação da cidade, em 1519, acrescentou o especialista.

Também foram descobertos fragmentos de maiólica (louça de barro esmaltado) italiana conhecida como "montelupo azul sobre branco", encontrados pela primeira vez no Caribe e restos de cerâmica usada pelos primeiros habitantes da ilha.

Encontraram ainda ossos de bois, porcos, veados, peixes, moluscos e aves, dando que dão informações sobre os hábitos alimentares e ecossistemas da região.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host