UOL Notícias Notícias
 

21/03/2007 - 16h43

Tuberculose custa entre 12 e 16 bilhões de dólares à economia mundial

GENEBRA, 21 mar (AFP) - A epidemia de tuberculose representa, a cada ano, perdas de produtividade de 12 a 16 bilhões de dólares ao ano em todo o mundo, advertiu nesta quarta-feira um comunicado do Fórum Econômico Mundial, organizador da conferência de Davos.

"O mundo dos negócios deve aumentar rapidamente seu nível de resposta e reconhecer a necessidade crítica de investir em instrumentos novos e inovadores para lutar contra a doença", advertiu o fórum às vésperas do Dia Mundial de luta contra a tuberculose, que será celebrado em 24 de março.

Um terço da atividade econômica sofrerá a influência negativa da epidemia nos próximos cinco anos, segundo relatório da Iniciativa de Saúde Global (ISG), um órgão do fórum que promove as associações público-privadas contra a Aids, a tuberculose e a malária.

"A perda acumulada ao nível global da produtividade individual ou dos negócios causada pela tuberculose, independentemente do impacto da Aids, está estimada entre 12 e 16 bilhões de dólares a cada ano", destacou o informe, lembrando que 9 milhões de pessoas contraem anualmente a doença, dos quais 1,7 milhão morre.

"O mundo dos negócios pode aportar enormemente à coletividade e à luta contra a Aids e a tuberculose, utilizando os locais de trabalho para informar e tratar os funcionários", explicou Francesca Boldrini, diretora do ISG, que seguiu, desta forma, as recomendações da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O Fórum Econômico Mundial organiza anualmente na estação de esqui suíça de Davos uma conferência com mais de 2.000 dirigentes políticos, economistas e empresários.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host