UOL Notícias Notícias
 

26/03/2007 - 13h51

Cientistas sul-coreanos afirmam ter clonado lobos em risco de extinção

=(FOTOS)= SEUL, 26 mar (AFP) - Cientistas sul-coreanos que criaram o primeiro cão clonado do mundo disseram nesta segunda-feira ter clonado duas fêmeas de uma espécie de lobo ameaçada de extinção.

Segundo a equipe, chefiada por Lee Byung-Chun e Shin Nam-Shik, professores de veterinária da Universidade Nacional de Seul, os lobos clonados nasceram em outubro de 2005.

"Eles eram os primeiros lobos clonados do mundo, mas nós decidimos revelar nosso feito hoje", disse Shin à AFP. "Eles são saudáveis e estão se desenvolvendo bem", acrescentou.

A novidade será publicada no jornal internacional Cloning and Stem Cells, afirmou.

A equipe de Lee criou o primeiro cão clonado do mundo, Snuppy, no início de 2005, sob a supervisão do especialista em clonagem que caiu em desgraça, Hwang Woo-Suk. Na ocasião, a equipe clonou um macho e três fêmeas da raça Afghan hound.

"O jornal lista Hwang como um dos co-autores porque ele era o responsável pela pesquisa no início", explicou Shin.

No ano passado, a equipe de Lee enviou um artigo relacionado com a pesquisa para jornais científicos, mas o fato foi amplamente deixado de lado depois que ficou provado que grande parte do trabalho de Hwang era falso.

Hwang foi alçado à condição de herói nacional até que uma investigação acadêmica concluiu que alguns de seus trabalhos sobre clonagem de células-tronco embrionárias humanas eram falsos. Agora ele é julgado por fraude, desvio de verbas, quebra de ética e outras acusações, mas o cientista insistiu que ainda é capaz de provar que criou os primeiros clones de células-tronco humanas.

Os clones de lobos "podem representar uma inovação no aumento do número de espécies em risco", disse Shin.

Assim como os cães, os lobos são dos animais mais difíceis de se reproduzir, afirmou.

Os dois, batizados de Snuwolf (lobo da Universidade Nacional de Seul) e Snuwolffy, foram criados a partir da retirada da célula somática de um lobo criado no zoológico do sul de Seul. Os óvulos fertilizados foram, então, transplantados em cadelas, que serviram de barrigas de aluguel.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host