UOL Notícias Notícias
 

02/04/2007 - 16h04

Inundações deixam trinta mil desabrigados na Argentina

BUENOS AIRES, 2 abr (AFP) - Trinta mil pessoas continuam desabrigadas nesta segunda-feira na Argentina por causa dos temporais que castigaram as províncias de Santa Fe e Entre Ríos (centro-leste) que deixaram 12 mortos nos últimos cinco dias, informaram autoridades locais e da Defesa Civil.

As águas começaram a baixar com a melhora das condições meteorológicas, mas 60 cidades de Santa Fe continuavam alagadas, com estradas intransitáveis também no território de Entre Ríos.

Se não voltar a chover, "só deverão ficar inundados setores muito reduzidos da região oeste de Santa Fe (a capital da província e a quarta cidade mais povoada do país)", disse o ministro provincial de Assuntos Hídricos, Alberto Joaquín.

Outros funcionários locais haviam manifestado a esperança de que houvesse uma baixa progressiva das águas, mas os desabrigados continuavam pedindo abrigo e alimento nos centros de evacuação, segundo o governador de Santa Fe, Jorge Obeid.

"Estamos resolvendo problemas de infra-estrutura em pavimentos e na rede de esgoto, além da ajuda social às famílias nesta tragédia", disse Miguel Lifschitz, prefeito de Rosario, a principal cidade da província.

Segundo a organização não-governamental Rede Solidária, 14.000 evacuados são menores de 14 anos, 600 deles bebês menores de um ano, e 750 são mulheres grávidas.

Sete pessoas morreram em Rosário, duas na cidade de Santa Fe, enquanto outra morreu em Urdinarrain e duas em Gualeguay, ambas em Entre Ríos, desde que começaram as fortes chuvas.

Os temporais afetaram ricas regiões agrícolas, onde predominam o cultivo da soja e a produção leiteira.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,29
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h30

    -0,17
    74.318,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host