UOL Notícias Notícias
 

03/04/2007 - 19h33

Prefeito de Bogotá pedirá a Lula ajuda contra fome

BOGOTÁ, 3 abr (AFP) - O prefeito socialista de Bogotá, Luis Eduardo Garzón, viajará no sábado ao Brasil para se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem pedirá apoio para a campanha contra a fome nesta cidade de sete milhões de habitantes.

Eleito em nome da coalizão de esquerda Pólo Democrático, Garzón, o primeiro socialista a ocupar o cargo, viajará no sábado a convite de Lula, com quem deve se reunir na segunda-feira, disse uma fonte de seu gabinete.

No encontro, Lula e Garzón tratarão de temas como a cooperação em políticas sociais e de segurança.

Garzón, que completa em outubro três anos à frente da prefeitura de Bogotá, adotou como estratégia de sua administração a campanha "Bogotá sem fome", inspirada no plano "Fome zero" de Lula.

Na semana passada, Garzón recebeu em Bogotá os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; de Minas Gerais, Aécio Neves; e do distrito federal de Brasília, José Roberto Arruda.

Bogotá, que nos anos 90 chegou a registrar taxa de até 90 homicídios em 100.

000 habitantes, conseguiu reduzir essa cifra para 18,8 em 2005, abaixo de outras grandes cidades, como Rio de Janeiro (48,3), Caracas (37,1), Cidade do México (37,1) e São Paulo (30,8).

Com o programa "Bogotá sem fome", o governo da capital colombiana entrega diariamente apoio nutricional para 652.720 pessoas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host