UOL Notícias Notícias
 

03/04/2007 - 19h19

Técnica para criar sangue universal é inovadora, mas há obstáculos, diz

especialistaPARIS, 3 abr (AFP) - A técnica inovadora para criar sangue universal para ser usado em transfusões para indivíduos de qualquer grupo sangüíneo poderá ser um avanço se for bem sucedida em uma longa série de testes, afirmou à AFP Neelam Dhingra, especialista da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Se fizer o que se espera que faça, poderá ser um enorme avanço na forma como as transfusões sangüíneas são feitas em todo o mundo", disse a especialista.

Ela alertou, no entanto, que a tecnologia poderá levar de cinco a dez anos para passar pela exaustiva bateria de testes que comprovarão sua segurança e eficácia.

Outra barreira potencial é o preço, afirmou, falando por telefone de Genebra.

"Não sabemos quando isto irá custar", disse Dhingra, que é coordenadora de transfusões de sangue da OMS. "Se for muito caro, obviamente não será interessante para os países em desenvolvimento".

A tecnologia, desenvolvida pelos franceses Gerlind Sulzenbacher, Yves Bourne e Bernard Henrissat, do CNRS, em colaboração com a americana ZymeQuest, foi divulgada em artigo publicado na edição de domingo da revista Nature Biotechnology, uma publicação especializada do grupo Nature.

Os cientistas afirmam ter descoberto duas enzimas capazes de converter, com segurança, sangues dos grupos A, B e AB para o tipo O ou universal usado em transfusões sangüíneas.

Sob o sistema ABO de classificação do sangue, estabelecido em 1900, o do grupo O pode ser dado a todos os indivíduos.

Mas o do tipo A só pode ser dado a indivíduos dos grupos A e AB, e o do tipo B só pode ser dado a indivíduos dos grupos B e AB. Dar a alguém sangue do tipo errado pode causar um ataque maciço, às vezes fatal, das células sangüíneas transfundidas pelo sistema imunológico do organismo receptor.

Os autores do estudo afirmam que as duas enzimas são capazes de "eliminar as moléculas de galactose ou de N-acetil-galactosamina" presentes na superfície dos glóbulos vermelhos que caracterizam os antígenos dos grupos A, B e AB, e ausentes no tipo O.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host