UOL Notícias Notícias
 

08/04/2007 - 15h49

Indecisão dos eleitores franceses cria suspense a duas semanas das eleições

PARIS, 8 Abr 2007 (AFP) - A duas semanas do primeiro turno das eleições presidenciais na França, mais de 40% dos eleitores ainda não decidiu em que candidato vai votar, o que alimenta o suspense sobre o próximo presidente da República.

Segundo pesquisa publicada neste domingo pelo jornal Le Parisien, 42% dos eleitores, equivalentes a 18 milhões de pessoas, deixa aberta a possibilidade de mudar de opinião antes do primeiro turno em 22 de abril, enquanto que o resto, 58%, se mostram totalmente certos de sua escolha.

A primeira cifra representa dez pontos a mais do que no mesmo período das últimas eleições em 2002, segundo Stephane Rozes, do instituto CSA, autor da pesquisa.

O Ifop, por sua vez, também avalia o nível de indecisos em un 42%, frente a uma margem entre 30% e 35% em 2002.

A indecisão do eleitorado afeta a candidata socialista, Ségolène Royal, que tenta com dificuldade unir a esquerda, e também o favorito nas pesquisas, Nicolas Sarkozy, cuja estratégia eleitoral, claramente de direita, preocupa uma parte dos franceses, de acordo com os analistas políticos.

O surgimento de um terceiro nome, François Bayrou (centro), também reforçou as dúvidas dos franceses.

Uma pesquisa da CSA também indica que 21% dos eleitores têm a intenção de não ir às urnas, frente aos 28,4% que ficaram em casa durante o primeiro turno de 2002.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host