UOL Notícias Notícias
 

09/04/2007 - 15h37

Apple supera a marca dos 100 milhões de iPods vendidos no mundo

=(FOTOS)= NOVA YORK, 9 abr (AFP) - A empresa de informática Apple anunciou nesta segunda-feira ter superado a marca dos 100 milhões de iPods vendidos no mundo. O aparelho é o pioneiro dos reprodutores de música digital e se tornou um verdadeiro fenômeno social depois de seu lançamento, em novembro de 2001, detendo 75% do mercado de música digital.

Desde sua criação, o iPod teve 10 versões diferentes, das quais 5 gerações do iPod clássico, reprodutor elogiado no mundo do marketing como objeto do desejo por seu design, funcionalidade e preço acessível.

O aparelhinho teve várias interpretações desde seu lançamento, do iPod mini - depois substituído pelo iPod nano - ao iPod vídeo, passando pelo shuffle.

O sucesso do iPod - um em cada quatro nova-iorquinos tem um, segundo alguns analistas - alavancou as vendas da Apple, cuja base comercial era formada, até então, pelos computadores e softwares Macintosh, concorrentes dos programas para os computadores pessoais, dominados pela Microsoft.

Esta supremacia também despertou críticas, com os detratores reprovando a Apple pelo domínio do mercado de música digital ao associar de forma exclusiva o aparelho ao seu site de vendas on-line iTunes, que hoje detém 70% do mercado de música on-line baixada legalmente e paga.

Em abril, a Apple anunciou um acordo com a casa fonográfica EMI, que permitirá a leitura dos arquivos baixados no iTunes em leitores diferentes do iPod, graças à supressão dos direitos anti-cópia (DRM), um gesto destinado unicamente a melhorar a imagem da Apple, segundo analistas.

Entre os consumidores, o iPod como "um prolongamento da personalidade" suscitou um movimento "anti-iPod" nos Estados Unidos e no resto do mundo, como campanhas de sátira denunciando a uniformização dos indivíduos, associações na internet e "dias sem iPod".

Enquanto a Apple ressalta que o iPod é "o aparelho mais rapidamente vendido da história dos reprodutores de música", alguns prevêem uma redução das vendas.

Carmy Levy, da Infotech Research, confia em que "as vendas estáveis terão uma ligeira baixa em 2007", em um contexto de concorrência avivada cada vez mais pelos celulares multimídia.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host