UOL Notícias Notícias
 

09/04/2007 - 12h05

Quatro anos decepcionantes e frustrantes no Iraque, reconhece comandante

americano BAGDÁ, 9 abr (AFP) - O contra-almirante americano Mark Fox afirmou nesta segunda-feira - dia em que são lembrados os quatro aniversários da queda do regime de Saddam Hussein - que os quatro anos de invasão americana no Iraque foram caracterizados por "avanços substanciais", mas também por decepções e frustrações.

"Apesar dos avanços substanciais no Iraque desde 2003, reconhecemos que os quatro anos passados também têm sido decepcionantes, frustrantes e cada vez mais perigosos em muitas partes do país", declarou Fox em uma entrevista coletiva em Bagdá.

Ao ser questionado sobre a manifestação xiita antiamericana em Najaf (160 km ao sul de Bagdá), durante a qual foram queimadas várias bandeiras dos Estados Unidos, o contra-almirante insistiu no caráter "livre e pacífico" do protesto.

"Foi uma manifestação pacífica, que é o sinal de uma sociedade democrática. Francamente, como sabemos em nosso país, onde as pessoas são livres para manifestar-se desde que pacificamente, isto faz parte de uma sociedade livre e aberta, portanto, não nos irrita necessariamente", disse Fox.

No entanto, o contra-almirante se mostrou evasivo a respeito da localização do clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, que convocou a manifestação de Najaf.

"Tentamos estar informados sobre onde pode estar", disse o militar americano, que se negou a aprofundar mais o tema.

Moqtada al-Sadr - que não foi visto na manifestação de Najaf - não aparece em público há vários meses.

Segundo o Exército dos Estados Unidos, o clérigo radical estaria refugiado no Irã, mas tanto o movimento sadrista como a república islâmica desmentiram esta afirmação.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host