UOL Notícias Notícias
 

17/04/2007 - 13h12

Mudanças cerebrais em pessoas com Alzheimer acontecem anos antes da perda de

memóriaCHICAGO, EUA, 17 abr (AFP) - As pessoas que desenvolvem o mal de Alzheimer ou demência exibem mudanças na estrutura do cérebro anos antes de demonstrarem sinais de perda de memória, destaca um estudo americano.

A descoberta pode permitir aos médicos identificar as pessoas com risco de desenvolver os problemas cognitivos que levam à devastadora enfermidade cerebral.

A pesquisa se baseou em um pequeno estudo com 136 pessoas acima de 65 anos, que foram submetidas a análises cerebrais e testes cognitivos regularmente, durante um período de cinco anos.

Ao final do estudo, 23 voluntários haviam desenvolvido uma condição conhecida como perda cognitiva leve (MCI) e, deles, nove desenvolveram o mal de Alzheimer, um distúrbio cerebral progressivo que registra um aumento no número de casos nos países desenvolvidos.

Quando os cientistas compararam as imagens cerebrais das 23 pessoas que desenvolveram problemas de memória com os 113 voluntários que não registraram os problemas, descobriram que o primeiro grupo tinha menos matéria cinzenta em áreas do cérebro vinculadas à memória que o segundo grupo, mesmo quando o funcionamento do cérebro era normal.

"Descobrimos que as mudanças na estrutura cerebral estão presentes em pessoas clinicamente normais uma média de quatro anos antes do diagnóstico de MCI", disse Charles Smith, autor do estudo e especialista em memória e envelhecimento da Universidade Kentucky Medical Center em Lexington. "Sabíamos que as pessoas com MCI ou mal de Alzheimer tinham menos volume cerebral, mas não sabíamos se estas mudanças nas estruturas cerebrais existiam e, até que grau, antes que começasse a perda de memória", acrescentou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host