UOL Notícias Notícias
 

18/04/2007 - 17h54

TV "verde" floresce em vários países

Por Audrey Stuart CANNES, França, 18 abr (AFP) - Uma nova geração de programas ecológicos começa a aparecer em vários países no horário nobre da televisão e também na internet, manifestando uma sensibilidade cada vez maior em torno do tema do meio ambiente.

O começo desta televisão ecológica e o compromisso das emissoras com a proteção ao meio ambiente estão na pauta do mercado anual internacional de programas de televisão de Cannes (MIPTV), um dos maiores do mundo.

"A televisão ecológica é exibida agora nos horários de grande audiência. Há um forte aumento dos programas 'verdes' e não só de documentários", disse à AFP Jo Fox, porta-voz da agência britânica do meio ambiente.

Segundo Jo Fox, depois do documentário "Uma Verdade Inconveniente", do ex-vice-presidente americano, Al Gore, surge outro documentário, "Mudança climática. A Grã-Bretanha ameaçada" teve 4,8 milhões de telespectadores quando foi exibido, em janeiro passado.

Mas a televisão deve ir além dos documentários e oferecer programas de entretenimento para conquistar o público, afirmam especialistas reunidos em Cannes.

A emissora americana Sundance Channel, cujo co-fundador é o ator e cineasta americano Robert Redford, lançou nesta semana uma nova série semanal sobre ecologia, intitulada "The Green" (O Verde), com a idéia de vendê-la ao exterior.

"Devemos refletir sobre os formatos que dizem algo sobre o meio ambiente, mas que não sejam moralistas e continuem sendo divertidos", disse Johan Tuyaerts, diretor da produtora belga Sultan Sushi.

As questões ecológicas também são abordadas em programas infantis, lembrou Robby London, da DIC Entertainment.

Além da TV tradicional, a internet e a televisão por computador também aparecem comprometidas com a defesa do meio ambiente.

Uma nova emissora por computador, a green.tv, desenvolvida com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), começa a ganhar adeptos, disse seu fundador, Ade Thomas.

Esta rede, que se apóia em produções dos usuários, estimula os telespectadores a ver e publicar seus próprios vídeos ecológicos, levando as pessoas a agirem, explicou Ade Thomas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h19

    -0,59
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h20

    0,99
    63.855,40
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host