UOL Notícias Notícias
 

23/04/2007 - 22h42

Álcool prejudica cérebro das mulheres mais rápido que dos homens (estudo)

WASHINGTON, 23 abr (AFP) - O álcool causa danos ao cérebro das mulheres mais rapidamente do que ao dos homens, de acordo com um estudo realizado na Rússia e cujos resultados foram publicados nos Estados Unidos.

Estudos anteriores já tinham demonstrado que o álcool prejudica mais rapidamente o fígado e o coração das mulheres do que dos homens, mesmo com um consumo menor, lembram os autores desta pesquisa publicada na edição de maio do periódico "Alcoholism: Clinical and Experimental Research".

Para comparar os efeitos desta bebida, 102 alcoólatras (78 homens e 24 mulheres), entre 18 e 40 anos, foram submetidos a uma bateria de exames para avaliar suas funções mentais. Um grupo de controle, de 68 homens e mulheres que não eram alcoólatras, fez os mesmos testes.

Antes de começar o estudo, todas as pessoas dependentes do álcool tiveram de ficar sem beber de três a quatro semanas.

O rendimento das mulheres alcoólatras foi pior nos exames de memória visual, de raciocínio e solução de problemas.

O organismo feminino metaboliza o álcool de maneira diferente do masculino para um peso equivalente, explicou a doutora Barbara Flannery, do centro de pesquisas RTI International, em Baltimore (Maryland, leste), principal responsável por este trabalho.

Uma das razões sugeridas é que as mulheres têm menos água no corpo, o que permite aos homens diluir melhor os efeitos do álcool.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host