UOL Notícias Notícias
 

27/04/2007 - 16h01

Cientistas canadenses desenvolvem leucemia humana em cobaias

OTTAWA, 27 abr (AFP) - Cientistas canadenses afirmaram ter desenvolvido, pela primeira vez, um câncer humano do zero em ratos de laboratório, permitindo aos pesquisadores examinar a progressão da doença do início ao fim. A façanha foi revelada em artigo publicado nesta sexta-feira na revista científica Science.

O modelo animal, algo que os cientistas buscavam há anos, poderia "se traduzir em terapias mais eficazes", disse à AFP John Dick, principal autor do estudo e cientista sênior do Hospital Princess Margaret.

"Estudar o tumor apenas no fim não nos permite saber como ele se formou", afirmou.

Esta crucial nova ferramenta poderá ajudar os cientistas a "entenderem melhor o processo completo e visar de forma mais racional os caminhos críticos para erradicar estas células que ficam no coração do câncer", acrescentou.

Até hoje, os cientistas criavam ratos modificados para desenvolver câncer, mas na forma animal da doença, bem como implantar tumores nas cobaias, algo que, no entanto, não permitia que soubessem como a doença se originava.

Ao inserir apenas um gene canceroso em células-tronco humanas, Dick e seus colegas conseguiram desenvolver leucemia nos ratos de laboratório.

"Embora não tenhamos provado, nós acreditamos que este processo possa ser usado em outros cânceres também", disse Dick.

Em 1994, a mesma equipe de cientistas foi a primeira a isolar células-tronco cancerosas na leucemia mielóide aguda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host