UOL Notícias Notícias
 

10/05/2007 - 16h06

Alemanha e Grã-Bretanha têm as centrais elétricas mais poluentes da Europa

=(INFOGRAFIA)= GENEBRA, 10 mai (AFP) - Dez centrais elétricas alemãs e outras dez britânicas estão entre as 30 mais poluentes da Europa, segundo uma classificação elaborada pela organização internacional de defesa do meio ambiente World Wide Foundation (WWF).

Esta lista, chamada "Dirty Thirty" (as trinta sujas), publicada nesta quinta-feira em Genebra, leva em conta as emissões feitas por estas instalações de dióxido de carbono (CO2), um dos principais gases de estufa, causadores do aquecimento climático.

Duas centrais gregas, Agios Dimitrios e Kardia, estão no topo desta lista 'negra', seguidas de cinco alemãs.

Em 2006, informa o WWF em um comunicado, as "Dirty Thirty", instaladas em sete países do bloco, emitiram 339 milhões de toneladas de CO2, isto é, "10% do total das emissões de toda a União Européia".

Segundo a ONG, todas as centrais desta classificação, exceto duas, funcionam com carvão, enquanto as doze primeiras utilizam linhito, uma forma de carvão com concentração de até 80% de carbono.

Na maior parte dos casos, estas centrais entraram em funcionamento nos anos 60, explica a organização de defesa do meio ambiente.

Paralelamente, destaca que são quatro os grupos elétricos que possuem mais da metade das 30 centrais mais contaminantes da Europa: o alemão RWE, o sueco Vattenfall, o francês EDF, que opera tanto na Grã-Bretanha quanto na Polônia, e o alemão EON.

"Não podemos tolerar um setor energético no qual o mais poluente se torna o mais rico", condenou Stephan Singer, encarregado do programa Clima-Energia do WWF.

Singer pediu à União Européia que se empenhe para garantir que só os grupos que trabalham com centrais elétricas respeitosas ao meio ambiente possam receber ajuda dos Estados.

A ONG reivindicou ainda um sistema de ajuda por cotas de CO2 mais exigente que o atual no âmbito dos 27 países da UE para estimular o investimento em tecnologias "limpas".

Segundo o WWF, esta é a única forma de se alcançar o objetivo do bloco de reduzir suas emissões de gases estufa entre 20% e 30% até 2020.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host