UOL Notícias Notícias
 

21/05/2007 - 06h27

Ministro afirma que Israel liquidará líder do Hamas na primeira oportunidade

JERUSALÉM, 21 mai (AFP) - Israel liquidará o líder do Hamas no exílio, Khaled Mechaal, na primeira oportunidade que se apresentar, afirmou o ministro israelense da Segurança Interna e membro do gabinete de segurança, Avi Dichter.

"É um alvo mais que legítimo e estou convencido de que na primeira oportunidade nos livraremos deles, apesar da dificuldade da missão", declarou Dichter à rádio militar israelense.

"O fato de não estar perto complica as coisas. Porém, já tentamos nos livrar dele e conhece o procedimento", acrescentou.

Israel tentou matar Mechaal em 1997 em Amã, mas a operação não teve sucesso.

"Não está seguro em nenhuma parte, nem em Damasco (onde vive exilado), nem em nenhuma outra parte. E sabe perfeitamente disso", destacou.

Questionado sobre o destino reservado ao primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, Avi Dichter lembrou que este já foi alvo de uma tentativa de eliminação por parte de Israel em 2004, ano do assassinato do xeque Ahmed Yasin, fundador do Hamas.

"Se Haniyeh pertence ao grupo dos que dão as ordens para cometer atentados, isto o transforma em um alvo legítimo", disse Dichter.

"Está ligado ao grupo que está por trás do terrorismo que atua contra nós, mas ignoro se faz parte dos que dão as ordens diretamente", concluiu o ministro israelense.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h10

    -0,20
    3,263
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h11

    0,23
    63.908,51
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host