UOL Notícias Notícias
 

24/05/2007 - 17h50

Bebês distinguem mudança de idioma só observando as expressões faciais, diz

estudo WASHINGTON, 24 mai (AFP) - Desde os quatro meses de idade, as crianças conseguem distinguir uma mudança de idioma apenas observando as expressões faciais de quem fala com elas, revela um estudo de cientistas canadenses, divulgado nesta quinta-feira nos Estados Unidos.

"Já sabíamos que os bebês eram capazes de distinguir entre idiomas pelas variações sonoras", disse Whitney Weikum, da Universidade da Columbia Britânica (Canadá), principal autora desta pesquisa.

Mas "este estudo é o primeiro a mostrar que as crianças muito pequenas também têm a capacidade de fazer distinções lingüísticas apenas com indícios visuais", acrescentou a cientista, cujo estudo é publicado na edição desta sexta-feira da revista Science.

Os cientistas estudaram três grupos de crianças com quatro, seis e oito meses, provenientes de famílias anglófonas e outros dois grupos, de seis e oito meses, cujos pais eram bilingües em inglês e francês.

Eles mostraram às crianças um vídeo sem som de pessoas bilingües que recitavam frases primeiro em inglês ou francês, e depois o faziam no outro idioma.

Os cientistas constataram que a atenção dos bebês de quatro a seis meses durava mais quando as pessoas mudavam de idioma, explicou Whitney Weikum.

Segundo eles, isto demonstra que os bebês são capazes de distinguir a mudança de idioma, apenas observando os lábios e o ritmo dos movimentos da boca e do rosto.

Esta capacidade de reconhecimento visual de diferentes idiomas aparentemente se perde depois dos seis meses entre aqueles que vivem em uma família que fala um único idioma, e persiste em bebês de famílias bilingües, como demonstraram as experiências com crianças com mais de oito meses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host