UOL Notícias Notícias
 

25/05/2007 - 23h08

Quatro pessoas deram positivo para vírus fraco da gripe aviária em Gales

LONDRES, 26 maio 2007 (AFP) - Quatro pessoas tiveram resultado positivo em um exame de gripe aviária relacionada com uma cepa de baixo risco, encontrada em frangos mortos em uma granja de Gales, informaram autoridades sanitárias nesta sexta-feira.

A doutora Christianne Glossop, funcionária do órgão de saúde de Gales, disse na quinta-feira que os frangos morreram por causa do H7N2, variante pouco patogênica da gripe da aves, e não da cepa H5N1, a mais perigosa.

A Agência de Proteção Sanitária (HPA) "confirmou a infecção em quatro" das amostras tiradas de nove pessoas que estavam associadas às aves mortas ou infectadas e que apresentaram sintomas gripais, disse a chefe-executiva da HPA, Pat Troop.

"Esses resultados confirmam que a infecção humana com o vírus da gripe aviária ocorreu. Até agora, todos os casos de infecção se associam às aves", afirmou.

Troop insistiu que o H7N2 é, eminentemente, uma doença das aves.

"O vírus não se transmite ao homem com facilidade. Quase todas as infecções com H7N2 documentadas no mundo, incluindo as relacionadas com este caso recente, foram associadas com aves de criação infectadas", explicou.

Três das nove pessoas foram tratadas em um hospital e receberam alta pouco depois.

A fonte da infecção com a cepa H7N2 está sendo investigada, afirmou Glossop, na quinta-feira.

"Foi lançado um plano de contingência e, segundo este, a granja (onde foram encontrados os frangos infectados) foi posta sob medidas restritivas", acrescentou Glossop.

Estes são os primeiros casos de gripe aviária confirmados em Gales.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host