UOL Notícias Notícias
 

29/05/2007 - 12h54

Compromisso proposto por Japão sobre caça de baleias é rejeitado pela CBI

ANCHORAGE, Alasca, 29 mai (AFP) - O Japão ameaçou durante a abertura da 59º reunião da Comissão Baleeira Internacional (CBI), em Anchorage (Alasca), nesta segunda-feira, abandonar o organismo se não conseguir um acordo, depois de propor um compromisso que foi rejeitado por países que defendem as baleias, entre eles, o Brasil.

O Japão se disse disposto a renunciar este ano a sua pesca "científica" de 50 baleias jubarte se obtiver o direito para algumas de suas comunidades costeiras de pescar uma quantidade não determinada de baleias Minke.

A proposta japonesa foi imediatamente rechaçada por uma coalizão de países que se opõem à pesca de baleia, que reúne Brasil, Austrália, Nova Zelândia, Argentina, Estados Unidos, Alemanha e Grã-Bretanha.

Grupos ambientalistas afirmam que a proposta japonesa é uma forma velada de caça comercial de baleias, mas Tóquio assegura que é apenas uma atividade de "subsistência" dos povos indígenas. O Japão já foi questionado porque estaria tentando utilizar a caça com fins científicos para encobrir a caça comercial.

A reunião da CBI, que reúne 75 países, acontece até 31 de maio em Anchorafe, a maior cidade do estado do Alaska. E este ano, os países defensores das baleias parecem estar em ligeira maioria.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host