UOL Notícias Notícias
 

05/06/2007 - 06h38

Clima tenso permanece em Nahr al-Bared

O campo de refugiados palestinos de Nahr al-Bared, norte do Líbano, registra um clima extremamente tenso nesta terça-feira, depois dos bombardeios noturnos do Exército libanês contra as posições do grupo radical islâmico Fatah al-Islam, cujo cerco já dura 17 dias.

O bombardeio das posições do Fatah al-Islam teve uma frágil resposta por parte dos islamitas, que permanecem entrincheirados no campo desde 20 de maio.

No campo de Ain al-Hilweh, sul do Líbano, que registrou violentos enfrentamentos no domingo entre militantes do grupo Jund al-Sham e o Exército, as organizações palestinas começaram a instalar um dispositivo policial para impedir novos atos de violência.

Uma reunião das facções palestinas na segunda-feira à noite estabeleceu que cada uma será responsável pelo setor sob seu controle em Ain al-Hilweh, para evitar que a crise se propague a outros campos no Líbano.

Na madrugada de domingo para segunda-feira, dois soldados libaneses e dois ativistas do Jund al-Sham morreram nos confrontos na entrada do campo.

A princípio, os 12 campos de refugiados do Libano são controlados pelos partidos político-militares palestinos, em especial o Fatah do presidente Mahmud Abbas, já que um acordo tácito com as autoridades libanesas impede a presença do Exército dentro dos mesmos.

Neste contexto de tensão, dez pessoas ficaram feridas em um atentado com bomba na segunda-feira à noite na zona leste de Beirute, o quarto a afetar a região da capital desde 20 de maio.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h40

    0,42
    3,171
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h44

    0,31
    74.676,73
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host