UOL Notícias Notícias
 

26/07/2007 - 16h38

Escândalo do afastamento de procuradores: assessor de Bush é convocado pelo Senado

WASHINGTON, 26 jul 2007 (AFP) - A comissão de Justiça do Senado americano convocou nesta quinta-feira o comparecimento de um alto conselheiro político do presidente George W. Bush, Karl Rove, para responder sobre o caso da polêmica destituição de nove procuradores federais.

A comissão também convocou Scott Jennings, diretor-adjunto de política da Casa Branca, para que ele testemunhe e apresente documentos sobre o caso.

Esta decisão acontece no momento em que a maioria democrata do Congresso se mostrou preparada para brigar na Justiça com a Casa Branca, obrigando dois colaboradores de Bush a testemunhar neste caso de afastamento de procuradores federais, que aconteceu no ano passado.

Uma comissão parlamentar já havia se pronunciado por 22 votos contra e 17 a favor de uma moção excepcional de "ofensa ao Congresso" contra o secretário-geral da Casa Branca, Joshua Bolten, e o ex-responsável pelos serviços jurídicos da presidência, Harriet Miers.

Mas o presidente americano evocou o "privilégio do executivo" para impedir o depoimento dos funcionários da Casa Branca.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host