UOL Notícias Notícias
 

31/07/2007 - 14h16

Iranianos fabricam tapete mais longo do mundo para mesquita nos Emirados

TEERÃ, 31 Jul 2007 (AFP) - O tapete artesanal mais longo do mundo é iraniano e cobrirá o chão de uma mesquita nos Emirados Árabes Unidos, um privilégio que custará cerca de seis milhões de dólares, anunciaram seus criadores nesta terça em Teerã.

Para o trabalho de um ano e meio foram necessários 1.200 tecelões de três cidades do noroeste do Irã, que confeccionaram, a partir de 38 toneladas de lã e algodão, esta peça de 5.625 m², explicou Khalaleddin Bassam, diretor do setor da manufatura nacional.

O tapete, que possui as dimensões de um campo de futebol americano, tem o valor de 5,8 milhões de dólares e será instalado na imponente mesquita de Abu Dhabi, batizada de Xeque Zayed ben Sultan Al Nahyan, nome de um dos fundadores dos Emirados Árabes Unidos.

As nove peças, onde predominam as cores verde e creme, realizadas a partir das melhores lãs de Sirkhan (sul do Irã) e da Nova Zelândia, foram costuradas juntas.

Um total de 25 cores, das quais 20 foram elaboradas a partir de corantes naturais, decoram o tapete, que foi estendido pela primeira vez em Mosalla, a enorme área de orações ao ar livre de Teerã, obrigando os fotógrafos a usar helicópteros para captar uma imagem total.

Vários caminhões foram necessários para transportar o tapete até o lugar onde foi exibido em Teerã, mas para os Emirados Árabes será separado em duas partes e levado em dois aviões.

A data de entrega ainda não foi determinada, indicou o diretor da companhia estatal, que informou que as cidades onde o tapete foi confeccionado, perto da cidade de Neishabbor, na província de Jorasan, receberão diretamente 2,3 milhões de dólares.

"O Irã está em negociações para fabricar tapetes de dimensões similares para Omã e outros países do Golfo", afirmou Khalaleddin Bassam.

Apesar de sua beleza e delicadeza, os tapetes persas enfrentam uma difícil concorrência com os produtos da Ásia, que utilizam mão-de-obra barata.

Em 2006, sua participação no mercado mundial diminuiu em 40% e está atulemente em 480 milhões de dólares. Esta indústria, a primeira do Irã para a exportação, depois do petróleo, emprega dois milhões de pessoas, em maioria mulheres.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host