UOL Notícias Notícias
 

10/11/2007 - 08h31

Bhutto participa de manifestação de jornalistas no Paquistão

ISLAMABAD, 10 Nov 2007 (AFP) - A ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto participou neste sábado de uma manifestação contra a instauração do estado de emergência organizada por jornalistas em Islamabad, constatou um jornalista da AFP.

"Vim para lhes expressar minha solidariedade. Reprovo essas restrições" (contra a imprensa), clamou Bhutto a cerca de 200 manifestantes reunidos no centro da cidade.

Desde a instauração, sábado passado, do estado de emergência pelo presidente Pervez Musharraf, uma série de restrições foram impostas aos meios de comunicação, sobretudo à imprensa escrita e aos canais de televisão privados.

Qualquer informação de imprensa "difamando" o general Musharraf, seu governo ou as forças armadas é terminantemente proibida. Os jornais e as televisões também não podem publicar ou divulgar imagens de camicases e de vítimas de atentados suicidas, nem declarações de combatentes islâmicos.

Qualquer violação destas disposições é punida com uma pena de até três de prisão ou uma multa equivalente a 167.000 dólares.

A autoridade paquistanesa também se reserva o direito de confiscar os equipamentos dos jornais ou das emissoras que não respeitarem as novas regras.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host