UOL Notícias Notícias
 

05/12/2007 - 10h37

Polícia prende casal suspeito de matar guarda civil espanhol na França

PARIS, 5 dez 2007 (AFP) - Um homem e uma mulher, suspeitos de terem matado um guarda civil e deixado outro gravemente ferido no sábado passado no sudoeste da França, foram detidos nesta quarta-feira na localidade de Châteauneuf-de-Randon (sul).

Segundo os primeiros elementos da investigação, o homem e a mulher estavam armados e saíam de um hotel. Também tinham em seu poder uma grande quantidade de dinheiro e falavam com forte sotaque espanhol.

No sábado passado, o guarda civil Raul Centeno, de 24 anos, foi assassinado com dois tiros na cabeça por um grupo da ETA. O outro guarda civil, Fernando Trapero, de 23 anos, recebeu um tiro na cabeça e está em estado de morte cerebral em um hospital francês.

Na véspera, milhares de pessoas participaram de manifestação em Madri contra a organização separatista armada basca ETA.

A mobilização foi convocada diante da emblemática 'Porta de Alcalá' da capital espanhola por todos os partidos representados no Congresso. O lema dos protestos foi "Pela liberdade, pela derrota da ETA".

O protesto consistiu da leitura de um comunicado condenando o grupo seguido de dois minutos de silêncio.

A manifestação foi o primeiro ato desse tipo convocado por todas as forças políticas durante a atual legislatura, que começou em 2004.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h40

    -0,07
    3,134
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h50

    -0,54
    75.566,90
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host