UOL Notícias Notícias
 

11/01/2008 - 15h21

Japão vota retomada da ajuda militar logística à coalizão no Afeganistão

TÓQUIO, 11 Jan 2008 (AFP) - O Japão decidiu em votação histórica da Cãmara dos Deputados em Tóquio voltar a fornecer assistência à coalizão internacional comandada pelos Estados Unidos no Afeganistão, um gesto agradecido pela Casa Branca.

O primeiro-ministro, Yasuo Fukuda, ganhou os agradecimentos de Washington ao tomar a drástica decisão de retomar a missão de assistência no Afeganistão, mas os analistas advertiram que esta decisão ainda será muito contestada pela oposição.

Em novembro passado, os adversários do Partido Liberal e de seus aliados no poder conseguiram fazer aprovar o fim da missão logística naval, na qual o Japão fornecia combustível no Oceano Índico às forças da coalizão que atuam no Afeganistão.

A oposição derrubou o projeto de lei que estipulava o reinício da missão, mas o texto voltou para a Câmara dos Deputados, onde foi aprovado por 340 votos a favor e 133 contra.

Esta é a primeira vez que o poder utiliza este meio para fazer aprovar uma lei desde que o Japão recuperou sua soberania, em 1952, após os vários anos passados sob tutela americana depois da Segunda Guerra Mundial.

A Câmara dos Deputados, dominada pelo Partido Liberal Democrático e seu aliado Novo Komeito, argumentou que a retomada da missão era crucial para demonstrar a contribuição japonesa para a segurança internacional.

"Passamos muito tempo explicando os argumentos da lei. Acho que fomos entendidos, pelo menos no Parlamento", disse Fukuda à imprensa.

O ministro japonês da Defesa, Shigeru Ishiba, já ordenou a volta dos barcos para o Oceano Índico, e afirmou que as operações serão retomadas dentro de seis semanas.

A Casa Branca felicitou Tóquio pela decisão, que qualificou de "contribuição importante para a guerra contra o terrorismo".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h29

    0,19
    3,285
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h39

    0,49
    63.569,04
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host