UOL Notícias Notícias
 

12/02/2008 - 06h32

Parlamento australiano inicia trabalhos com cerimônia aborígene

CANBERRA, 12 Fev 2008 (AFP) - O Parlamento australiano abriu nesta terça-feira o ano legislativo de maneira inédita, com uma cerimônia tradicional aborígene, que ilustrou a vontade de reconciliação do novo governo trabalhista com o povo indígena da Austrália.

Uma anciã da tribo Ngambri tribe, proprietária ancestral do terreno em que está construído o edifício do Parlamento, presidiu a cerimônia de "boas-vindas ao país", que incluiu a entrega de "um bastão mensagem", presente tradicional, ao primeiro-ministro Kevin Rudd.

Vestida com uma capa de pele, Matilda House-Williams explicou aos parlamentares que "o bastão mensagem é um meio de comunicação utilizado há milhares de anos pelos aborígenes para contar a história de nosso povo".

A anciã recordou que na inauguração do antigo edifício do Parlamento, há 80 anos, um aborígene, Jimmy Clemens, sozinho e descalço, foi barrado pela polícia.

Kevin Rudd, premier desde novembro do ano passado, declarou: "O governo quer prestar uma homenagem aos proprietários da terra na qual está construído o Parlamento e os proprietários tradicionais de todas as terras do continente australiano.

Rudd deve perdir desculpas oficialmente na quarta-feira à "geração roubada", como são conhecidas as milhares de crianças aborígenes retiradas à força de suas famílias há algumas décadas e que foram levadas para instituições ou lares europeus para obter sua assimilação.

O conservador John Howard, antecessor de Kevin Rudd, se negou durante 10 anos a pedir desculpas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host