UOL Notícias Notícias
 

20/03/2008 - 06h23

Dalai Lama teme muitas vítimas no Tibete e se diz disposto a encontro com Jintao

DHARAMSALA, Índia, 20 Mar 2008 (AFP) - O Dalai Lama, líder espiritual dos budistas tibetanos, manifestou nesta quinta-feira o temor de que a repressão exercida pela China contra as manifestações no Tibete tenha provocado muitas vítimas, em uma entrevista em seu exílio em Dharamsala (norte da Índia).

Também se disse disposto a ter um encontro com o presidente chinês, Hu Jintao, caso receba "sinais concretos" de que Pequim deseja o diálogo.

"Ignoro a quantidade exata (de vítimas fatais). Alguns dizem que foram seis, outros 100, mas há locais que foram fechados. Há movimentação de tropas chinesas. Estou realmente preocupado com a possibilidade de que existam muitas vítimas", disse.

O Prêmio Nobel da Paz disse ainda à imprensa que está sempre disposto a se reunir com os governantes chineses, em especial com Hu Jintao, mas reconheceu que o atual momento "não é prático" para uma viagem a Pequim.

"Se existirem sinais concretos, estou disposto, estarei feliz, estarei feliz, depois desta crise. Que seja em poucas semanas, em poucos meses", disse o líder tibetano.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h19

    -0,84
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h26

    1,06
    68.698,93
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host