UOL Notícias Notícias
 

02/04/2008 - 17h46

Obama faz campanha com sindicalistas na Filadélfia

FILADÉLFIA, 2 Abr 2008 (AFP) - O pré-candidato democrata para a eleição presidencial americana, Barack Obama, passou esta quarta-feira reunido com sindicalistas na Filadélfia e prometeu voltar ao estado para realizar o "sonho americano".

Obama recebeu apoio de uma nova organização sindical que representa os trabalhadores de hospitais e centros de atendimento médico, o National Union of Hospital and Health Care Employees (NUHHCE).

"Já é hora de termos um presidente que seja capaz de pronunciar a palavra 'sindicato'. Já é hora de termos um candidato democrata que não fale dos sindicatos apenas durante as primárias", disse Obama a cerca de mil sindicalistas.

Os delegados da central sindical AFL-CIO interromperam várias vezes o senador de Illinois e repetiram o lema de sua campanha: "Sim, podemos!" ("Yes, we can!", em inglês). Eram numerosos os representantes do SEIU (Service Employees International Union) que apoiavam o pré-candidato usando camisetas da campanha.

Obama criticou a política do presidente George W. Bush, que "durante os últimos sete anos serviu aos interesses dos mais ricos".

"Os Estados Unidos não podem permitir mais quatro anos de política Bush", e John McCain quer continuar "essa mesma política que tirou o sonho americano do alcance de muitos americanos", acusou.

Em seu discurso, prometeu criar "milhões de novos empregos" e investir 60 bilhões de dólares em 10 anos para reconstruir pontes e estradas. Também propôs aplicar 150 bilhões de dólares para os próximos 10 anos em energias alternativas, assegurando que isso vai gerar cinco milhões de empregos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h49

    -0,28
    3,267
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h00

    0,01
    61.682,68
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host