UOL Notícias Notícias
 

12/06/2008 - 21h22

Parlamento do Haiti rejeita novo premier

PORTO PRÍNCIPE, 12 Jun 2008 (AFP) - O Parlamento do Haiti rejeitou, nesta quinta-feira, a nomeação de Robert Manuel como primeiro-ministro, proposta pelo presidente René Préval, ao classificá-lo de "inelegível", um mês depois de descartar outro candidato.

Após duas horas de debate, o Parlamento decidiu, com 57 votos, 22 contra e 6 abstenções, pela recomendação de uma comissão legislativa, encarregada de estudar a nomeação de Robert Manuel como primeiro-ministro.

"A comissão recomenda aos honoráveis deputados declarar inelegível o primeiro-ministro designado Robert Manuel", afirmou o porta-voz da comissão, Joseph Nelson Pierre-Louis, ao apresentar suas conclusões à Câmara dos Deputados.

A comissão alegou que vários documentos apresentados por Robert Manuel não se ajustavam às normas constitucionais, ressaltando que ele não morou no Haiti nos últimos cinco anos, como exige a Constituição.

Manuel, de 55 anos, é ex-secretário de Estado de Segurança Pública do primeiro governo de Préval (1996-2001) e, até o momento, era assessor pessoal do presidente.

A comissão era integrada por sete representantes de diferentes partidos políticos do Parlamento haitiano.

É a segunda vez que a designação de um novo premier por parte de Préval é rejeitada. No mês passado, o presidente propôs seu amigo pessoal Ericq Pierre, mas a Câmara Baixa também o vetou.

O Haiti, o país mais pobre do continente americano, está há dois meses sem premier, após uma moção de censura aprovada em 12 de abril contra o chefe de governo em final de mandato, Jacques-Edouard Alexis.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host