UOL Notícias Notícias
 

18/09/2008 - 08h45

Rússia usa Venezuela para enviar mensagem aos EUA

LONDRES, 18 Set 2008 (AFP) - A Rússia não considera a Venezuela um aliado estratégico, como foi Cuba, mas usa suas relações com Caracas para "enviar uma mensagem aos Estados Unidos", afirmou nesta quinta-feira o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos (IISS).

Para Moscou, a intensificação de sua cooperação com a Venezuela é "apenas um meio de enviar uma mensagem aos Estados Unidos, e não tem valor estratégico", afirmou Oksana Antonenko, especialista em Rússia e Eurásia do IISS, na apresentação em Londres do relatório anual do centro de estudos.

"Moscou enviou a Washington a mensagem de que se interferir em seu pátio interno, como fez na Geórgia, a Rússia vai interferir no pátio interno dos Estados Unidos", afirmou a especialista, descartando a idéia de Caracas de que a aliança com Moscou é "estratégica".

Venezuela e Rússia realizarão em novembro inéditas manobras navais conjuntas no Caribe. Nesta quinta-feira, a imprensa russa revelou que os dois países estão em discussões para a compra pelo país sul-americano de sistemas antiaéreos, veículos blindados e aviões de combate.

"A Rússia não considera a Venezuela um sócio principal na região, como considera Brasil e Chile", disse Antonenko, reafirmando que Moscou "não busca forjar uma aliança estrátegica com a Venezuela, como a que tinha com Cuba no período da guerra fria".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host