UOL Notícias Notícias
 

14/10/2008 - 08h01

Condenado por matar policiais vira herói na China

XANGAI, China, 14 Out 2008 (AFP) - Um chinês de 28 anos condenado a morte por ter assassinado seis policiais negou estar louco durante uma audiência de apelação, depois de ter se transformado em um herói na China para aqueles que denunciam os abusos policiais.

"Os policiais são os que têm problema mental", afirmou Yang Jia em Xangai, onde acontece seu julgamento por apelação, segundo o jornal China Daily.

O jovem desempregado, condenado a morte em setembro, justificou o gesto como um ato de vingança por ter sido submetido a uma detenção arbitrária e abusiva em outubro de 2007.

Yang voltou a acusar oito policiais de espancamento durante três minutos no momento da detenção por uma suspeita, errada, de que havia roubado uma bicicleta, informa o jornal Shanghai Daily.

Depois do assassinato de seis policiais em 1º de julho, Yang se tornou para alguns, em particular na internet, no símbolo das vítimas da impunidade policial.

Nesta terça-feira, algumas pessoas protestaram diante do tribunal com camisas com a foto do herói. A polícia as retirou do local rapidamente.

Segundo o jornal Wen Wei Po, de Hong Kong, o veredicto deste recurso de apelação deve ser divulgado em duas semanas.

Caso a pena de morte seja confirmada, a sentença terá que ser ratificada pela Suprema Corte.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host