UOL Notícias Notícias
 

03/12/2008 - 09h29

Exército israelense proíbe colonos de entrar nos bairros palestinos de Hebron

HEBRON, Cisjordânia, 3 dez 2008 (AFP) - O Exército isralense proibiu nesta quarta-feira aos colonos judeus que entrem nos bairros palestinos do Hebron em função das violentas manifestações de ultranacionalistas israelenses nos últimos dias.

Desde segunda-feira, 20 palestinos e 18 israelenses ficaram feridos em enfrentamentos a pedradas no sul da Cisjordânia ocupada.

Os ultranacionalistas israelenses, em sua maioria jovens, se opõem a uma ordem de expulsão emitida pelo Supremo Tribunal israelense de uma casa de Hebron, cuja propriedade é objeto de um litígio.

"O setor da casa foi decretado 'zona militar fechada' e foi proibido aos israelenses que entrem nos bairros palestinos da cidade", declarou um porta-voz militar.

Como reforço, enviaram ao setor unidades da guarda de fronteira, mais adaptadas às tarefas de manutenção da ordem.

Na madrugada de terça-feira, grupos de jovens colonos, apoiados por simpatizantes ultranacionalistas procedentes de Israel, jogaram pedras durante horas contra casas palestinas e contra veículos da polícia e dos guardas de fronteiras.

Também queimaram automóveis, furaram pneus e quebraram vidros das janelas das casas próximas. Supostos colonos extremistas também quebraram lápides de um cemitério muçulmano da cidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host