UOL Notícias Notícias
 

10/12/2008 - 16h45

Obama quer a renúncia do governador de Illinois

CHICAGO, EUA, 10 dez 2008 (AFP) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, quer que o governador de Illinois, Rod Blagojevich, renuncie ao cargo, declarou nesta quarta-feira seu porta-voz, Robert Gibbs, futuro secretário de imprensa da Casa Branca.

"O presidente eleito concorda com o vice-governador (Pat) Quinn e muitas outras pessoas para as quais, nas atuais circunstâncias, é difícil para o governador realizar um trabalho efetivo, servindo ao povo de Illinois", destacou.

Obama apóia a idéia, expressada por várias personalidades de l'Illinois, de organizar una eleição extraordinária na assembléia legislativa do Estado a fim de escolher seu sucessor no Senado, em vez de deixar essa prerrogativa a um governador que tem o nome manchado pela corrupção, comentou Gibbs.

"O presidente eleito pensa que a assembléia geral (de Illinois) deveria examinar a questão e pôr em prática um processo de seleção de um novo senador que mereça a confiança da população de Illinois", declarou.

O governador Blagojevich, de 51 anos, que pode pegar 30 anos de prisão, por acusações de associação ilícita para cometer fraudes e por corrupção passiva, havia sido detido na terça-feira. Entre outros casos, por ter tentado vender a cadeira no Senado de Barack Obama, após a eleição dele como presidente dos Estados Unidos, no dia 4 de novembro.

Blagojevich chegou a pagar uma fiança de 4.500 dólares para ser libertado, informou a justiça.

"Não mantive nenhum contato com o governador ou sua assessoria, não estava a par do que se passava", havia declarado Obama na terça-feira ante a imprensa. Mas, dizendo-se "entristecido" com este assunto, havia se recusado a fazer outros comentários.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h10

    0,24
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h19

    1,72
    63.738,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host