UOL Notícias Notícias
 

12/12/2008 - 09h06

Morreu a lendária Bettie Page, ícone da revolução sexual

LOS ANGELES, 12 dez 2008 (AFP) - A modelo e atriz Bettie Page, cujas fotografias sensuais fascinaram os americanos e o mundo a partid do fim dos anos 40 e ajudaram a provocar a revolução sexual das décadas seguintes, faleceu na quinta-feira em um hospital de Los Angeles aos 85 anos, informou seu agente.

"Com profunda tristeza pessoal devo anunciar que minha querida amiga e cliente Bettie Page faleceu às 6:41 pm (0h41 de Brasília, sexta-feira) em um hospital de Los Angeles", afirma o agente Mark Roesler em um comunicado.

"Ela morreu em paz, mas sem ter conseguido recuperar a consciência depois de ter sofrido um ataque cardíaco há nove dias", acrescenta a nota.

"Ela capturou a imaginação de uma geração de homens e mulheres com seu espírito independente e sua sensualidade sem vergonha. Ela era a encarnação da beleza", completou Roesler.

O funeral está programado para o dia 16 de dezembro no Cemitério Westwood Memorial em uma cerimônia privada.

Page combinou doçura e sexualidade em uma - hoje lendária - série de fotografias durante os anos 50, incluindo o pôster central na primeira revista Playboy, que a chamou de "modelo do século".

Bettie Mae Page nasceu em Nashville (Tennessee, sul dos EUA) em 1923 em uma família pobre, que incluía cinco irmãos.

Ela trabalhou como secretária e tentou a carreira de atriz em Hollywood, mas não conseguiu realizar este sonho.

Bettie posou para a primeira série fotos 'pin-up' em 1947. Nos anos 50 suas imagens provocantes de biquíni ou lingerie sexy eram muito populares, quando eram vistas nas paredes de oficinas mecânicas, quartos de estudantes e barracas militares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host